sexta-feira, 5 de setembro de 2008

Ornitorrincos, Aves e Dinossauros - evolução






Genoma do ornitorrinco confirma características de ave, réptil e mamífero

Ai, coisa mais niiinda, gacinha, gotoso! Alguém me dá um ornitorrinco???


18-05-08 - globo online

O ornitorrinco, um animal peludo com bico de pato e dentes, patas palmípedes e cauda achatada tem características genéticas comuns aos répteis, aves e mamíferos, segundo confirma o seu genoma. De acordo com estudo desenvolvido por um grupo internacional de pesquisadores, e publicado na última edição da revista "Nature", o Ornithorhynchus anatinus seria uma "mistura de características pertencentes a um reptiliano ancestral e derivadas dos mamíferos" e com alguns dos seus 52 cromossomas correspondendo aos das aves.
Este animal incomum de 40 centímetros de comprimento que vive na Austrália e na Tasmânia põe ovos e amamenta as crias, pertencendo por isso à ordem dos monotrematas, tem a pele adaptada à vida aquática e o macho segrega um veneno comparável ao das cobras.
"A mistura fascinante de traços no genoma do ornitorrinco fornece muitos índices sobre a função e evolução de todos os genomas dos mamíferos", sublinha num comunicado o principal autor do estudo, Richard Wilson, diretor do Centro do Genoma da Universidade de Washington.
- Trata-se de um animal "único" por ter conservado as características dos répteis e dos mamíferos, uma especificidade que a maioria destes perdeu ao longo da evolução - assinala Wes Warren, também da Universidade de Washington.
O seqüenciamento do genoma do ornitorrinco foi realizado com base numa fêmea chamada Glennie que vive na Austrália, na Nova Gales do Sul. Depois de compararem este genoma com os do homem, do cão, do rato, do gambá e da galinha, os pesquisadores concluíram que partilha com estes 82% dos seus genes. No total, tem cerca de 18.500 genes, dois terços dos do homem.
Entre as suas originalidades, o ornitorrinco nada com os olhos, as orelhas e as narinas fechadas, e serve-se de receptores sensoriais no bico para detectar os fracos campos elétricos das presas debaixo da água. Como não tem tetas, o leite sai da pele para as crias, como nos marsupiais.
Este animal, um dos mais primitivos do ponto de vista evolutivo, chegou pela primeira vez ao Museu de História Natural de Londres em 1799, vindo da Austrália, para espanto dos naturalistas que o estudaram.



Arvore Filogenética do DINOSSAUROS. Alguém notou AVES aí no meio?


As Aves descendem diretamente de dinossauros do grupo Theropoda que agrupa o gênero Velociraptor (lembra?).

Alguns destes dinossauros têm muitas características de aves: ossos ocos, furcula, carpos especializados, membros anteriores longos, penas, etc. (ou será que as aves tem muitas caracteristicas desses dinos? rs)

Também algumas aves primitivas – algumas vivas, outras fósseis – exibem características dinossáuricas como: 1) dentes (em Archaeopteryx), 2) escamas, tal como as aves actuais ainda exibem nos pés. 3) Garras nas mãos (tanto o extinto Archaeopteryx como o actual Hoatzin, ou Cigana, têm garras a meio das asas.

Assim, se as aves descendem dos dinossauros, podemos dizer que as aves são dinossauros! Os dinossauros são répteis, as aves são dinossauros e, por isso, também são répteis! Do ponto de vista filogenético e da taxonomia moderna, as aves são répteis! As aves são os únicos descendentes dos dinossauros.


-- ok, pra mim isso fica confuso, já q o nome 'repteis' significa uma série de características e tal.. Então eu diria que um grupo de seres vivos podem ser divididos em 2 grupos, os repteis e as aves que são 'repteis ligeiramente modificados' (anagênese comeu solta heheh). Não que isso seja realmente certo, já que essa separação seria exclusivamente devido a caracteres físicos e tal.

Por exemplo: eu posso parecer mais com meu primo do que com meu irmão..Mas meu irmão É meu irmão, mesmo sendo muuuito diferente de mim. Ave tb seria um reptil, mesmo sendo beeem diferente da maioria deles. Ela é irmã diretamente de um bando de repteis, ou seja...é um reptil. Mas como nosso estudo em sala (até o ensino médio ehhe) ainda é moldado em padrões antigos de classificação, deu nisso... Grupos separados por características físicas e até fisiológicas mas que não espelham exatamente a evolução, a relação filogenética entre os seres.. ^^




Lembra do Velociraptor, do Jurassic Park? Eu tinha mais medo dele do que do Rex..rs




''Foi um grande predador que provavelmente caçava em bando. Era leve, rápido, possuía ótima visão e um cérebro bastante desenvolvido, além de um poderoso maxilar. todo velociráptor possuía uma terrível garra retrátil em forma de foice no segundo dedo da pata, usada provavelmente para furar ou rasgar o ventre ou o pescoço da presa.''




O velociraptor foi um pequeno dromeossauro mongol, medindo entre 1,5 e 2 metros de comprimento, cerca de 76 centímetros de altura e 80 quilos.


Descobertas recentes (setembro de 2007) mostram que o Velociraptor possuía as mesmas estruturas que as aves possuem para manter as penas presas ao corpo: essa é a prova definitiva que este dinossauro era plumado.

Agora, por último e não menos importante....
Muitos paleontólogos concordam que o velociraptor seria homeotérmico. Esse fato pode ser explicado se o compararmos a um kiwi: ele possuía o mesmo tipo de pluma que o velociraptor, muitas semelhanças anatômicas, estrutura óssea e a passagem nasal (que, normalmente, indica o metabolismo). Isso faz do kiwi o espelho perfeito para dinossauros e aves primitivas.
KIWIIIIIII!!!!!!!! hauahuahau
''Sempre aparece como um monstro com cabeça de lagarto, cauda colossal e garras tremendas, um monstro sanguinário de quase 4 metros de comprimento e 2 metros de altura. Na verdade, a imagem descrita a partir do livro de Michael Crichton (o filme de Spielberg foi baseado neste livro, com mesmo nome) é a imagem de outro dromeossauro, o Deinonychus. ->predador de cerca de 3 metros de comprimento e pesava cerca de 75 quilogramas.
O nome deinonico, como visto anteriormente, vem do grego Deinonychus (que significa "garra terrível"), essa denominação se deve à uma garra específica, situada em seus pés, que era curvada tal como uma foice e media cerca de 12,5 centímetros de comprimento."

6 comentários:

Fabio disse...

É querida. Fiquei de cara com um monte de coisas nesse post, que nem sonhava em saber.
Agora, que tem animais que "soltam leite pela pele" e o ornitorrinco ter veneno que nem cobra... isso fiquei MESMO de cara...hehe
;)

Pietro Antognioni disse...

Bem legal a matéria. Gosto de paleontologia, mas sou desenhista rs.
Terópodos são os meus favoritos. Gosto muito dos Espinossauros.
Interessante esse lance do ornitorrinco.
Até mais.

johhan disse...

Tah gata mas... você esqueceu
de citar os mamíferos, onde eles entram nisso tudo?

Ah! E aquele negócio na cintura
não faz mal? :)

Abraços.

andson disse...

A NATUREZA É ALGO SURPRIENTE PRINCIPALMENTE QUANDO SE ESTUDA A EVOLUÇÃO;QUE É UMA VERDADE INQUESTIONAVEL PARA NÓS NATURALISTAS.

andson disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Gabriel disse...

Nossas milhares de células ñ, nossas 96 trilhões de células